No Planalto, a atriz foi apresentada aos ministros Paulo Guedes, Sergio Moro e Marcelo Álvaro Antônio, que será seu superior imediato.

A atriz Regina Duarte aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro e assumirá a Secretaria Especial de Cultura. O "sim" ocorreu após reunião com o presidente nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto.

Em entrevistas quase simultâneas, eles voltaram à metáfora do "casamento", que utilizam desde o início das sondagens para que a atriz assumisse a pasta.

"Você já se casou? Está na fase do proclamas", disse Bolsonaro ao chegar à residência oficial do Palácio da Alvorada. "Está tudo certo, está caminhando, ela está acertando as questões pessoais dela".

O presidente também afirmou que não há prazo para que ela assuma o posto.

Poucos minutos depois, ainda no Planalto, Regina foi questionada sobre se havia aceitado o convite. "Sim, mas agora vão ocorrer os proclamas antes do casamento", respondeu.

Ambos se referiam ao "edital de proclamas", documento emitido pelo cartório quando os noivos dão entrada no casamento civil.

No Planalto, Regina foi apresentada aos ministros Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), que será seu superior imediato.

Ela assumirá o posto vago desde a saída de Roberto Alvim, demitido depois de publicar um vídeo com referências nazistas para divulgar um prêmio cultural.

Fonte: O Globo 



Deixe seu Comentário