Por meio de sua conta no Twitter, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, brincou com a notícia de que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para o novo coronavírus.

“Se pelo menos houvesse uma forma de limitar seu risco. Oh, espera! [o popular ‘não, pera!’ do Brasil] “, escreveu Blasio. Veja:

Queiroga testou positivo para covid-19 na última terça-feira, 21, em Nova York. Ele acompanhava a comitiva de Bolsonaro à Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas.

O ministro foi vacinado e, por isso, corre pouco risco de desenvolver sintomas mais agressivos da doença.

A chacota é mais uma resposta ao comportamento negacionista do presidente do Brasil e de sua equipe.

Na última segunda-feira, 20, por ir à cidade norte-americana sem ter tomado a vacina contra o coronavírus, Blasio deu um coice em Bolsonaro.

“Com os protocolos em vigor, precisamos enviar uma mensagem a todos os líderes mundiais, principalmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, você precisa estar vacinado”, afirmou o prefeito. “Se você não quer se vacinar, nem precisa vir.”

No sábado, 18, um dos responsáveis para preparar viagem de Bolsonaro à ONU também positivou para o coronavírus. O diplomata é um funcionário que organiza com antecedência as visitas presidenciais.