Os dois eventos foram apresentados nesta manhã, em Itabuna (Foto: Vanusa de Jesus/Diário Bahia)

Seguem abertas as inscrições para o XI Congresso Norte Nordeste das Micro e Pequenas Empresas e o XV Encontro Nacional das Lideranças da Micro e Pequena Empresa, que ocorrem sexta (2) e sábado (3), no Teatro Candinha Doria, em Itabuna. A programação foi apresentada na manhã desta segunda-feira a profissionais de imprensa e empresários.

Uma das entidades anfitriãs, a Ampesba (Associação das Micro e Pequenas Empresas da Bahia) frisa sobre a importância da realização desses eventos. O presidente da entidade, Agnaldo Joaquim Santos (Durunga), pontuou sobre o quão crucial é o apoio para a saúde financeira das empresas.

“Esse momento é exclusivo para a gente alavancar o comércio da nossa região. Itabuna, por exemplo, ficou quase seis meses com o comércio fechado. Quando as pessoas estavam começando retomar, veio a enchente e levou boa parte da esperança; então, é para trazer modernização, melhoramento nas plataformas digitais, como atrair mais clientes usando a rede social, como inovar”, exemplificou.

Ele destacou, também, a participação do “agro” por meio de instituições como a Biofábrica e o Sindicato Rural. Segundo Durunga, até aqui, há mais de 300 inscritos e as vagas seguem disponíveis. Basta clicar aqui. Inscrições aqui

Alcance nacional

O gerente do Sebrae, Michel Lima, ressaltou a dimensão e a relevância de trazer esses eventos para a região. Ele informou que são esperadas caravanas de 20 estados. “É um prazer trazer esses grandes eventos de referência nacional, com palestrantes de renome nacional, com o objetivo de fortalecer os pequenos negócios de Itabuna e região”.


Além da Ampesba e do Sebrae, está assegurado o suporte da CONAMPE (Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas). “Tivemos um cuidado especial para trazer temas e conteúdos relevantes, que possam trazer diferença no dia-a-dia do pequeno empresário, dos produtores rurais, que terão um painel especial, também tem um painel para mulheres empreendedoras…  tudo foi pensado para criar um ambiente favorável para os pequenos negócios”.


Também presente, o secretário de Indústria, Comércio, Emprego e Renda de Itabuna, José Raimundo Araújo, o município deve estar atento à força da micro e pequena empresa. Hoje, o segmento é responsável por cerca de 15 mil empreendimentos no município.


“O desenvolvimento econômico só ocorre quando se gera trabalho e renda; a microempresa em Itabuna segue a média nacional: representa 56 por cento do emprego gerado. Cada CNPJ gera dois, três emprego; é um universo muito grande”, 


Fonte : Diário Bahia