O Teatro Candinha Doria, em Itabuna, sediou evento sexta e sábado

Encontro e congresso reuniram em Itabuna representantes de vários estados (Foto: Branca Magalhães

O auditório do Teatro Candinha Doria, em Itabuna, recebeu sexta e sábado, dias  2 e 3, o XV Encontro Nacional de Lideranças da Micro e Pequena Empresa. Iniciado com painel exclusivo para presidentes e diretores das entidades representativas, o evento contou com o apoio do Sebrae.


A realização é da Associação das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado da Bahia (Ambespa) e da Confederação Nacional das Micro e Pequenas empresas e dos Empreendedores Individuais (Conampe). Em paralelo, ocorreu o XI Congresso Norte e Nordeste das Micro e Pequenas Empresas.


O painel de abertura tratou sobre a importância do planejamento estratégico para o desenvolvimento das entidades representativas das micro e pequenas empresas e teve como mediador o empresário e presidente da Conampe, Ercílio Santioni. Para ele, é fundamental a entidade descentralizar os eventos das capitais e se aproximar do empresário em seu local de atuação, contribuindo para o crescimento, desenvolvimento e para a retomada dos negócios pós-pandemia.


“O Sebrae tem nos ajudado a levar capacitação para as lideranças e também para os empresários nas cidades que têm grande densidade de pessoas, como Itabuna, mas que estão fora das regiões metropolitanas. O foco é a melhoria das condições dos líderes para que as entidades possam chegar na ponta atendendo donos de pequenos negócios em seus locais de trabalho. O encontro é uma forma de chamarmos a atenção do empresário para se capacitar e acompanhar as mudanças que estão acontecendo em nossa economia para que eles possam retomar a vida pós-pandemia ainda mais capacitados e preparados”, enfatizou.


Oportunidade

O publicitário e palestrante João Neto lembrou sobre a importância da conexão para a ampliação dos negócios e para o desenvolvimento dos líderes. “Quando a gente fala da micro e pequena empresa, é importante e relevante reforçar a união do setor e levar conhecimento e capacitação. Esse é um papel fundamental exercido pelo Sebrae e pela Conampe. É importante compreender no planejamento que inclusão digital não é só usar as redes sociais. É participar, saber utilizar, potencializar e converter resultados positivos para que o negócio possa crescer”, disse.


Para o congressista, chefe de gabinete da presidência do CDE do Sebrae Tocantins e membro da FAMPEC, Bruno Vieira, o Congresso é uma excelente oportunidade de reunir diversos atores ligados ao comércio e promover ações que visem o desenvolvimento dos negócios. “Hoje no nosso país 98% do das empresas são de micro e pequeno porte e nós precisamos tratar políticas públicas especialmente para esses empreendimentos, seja por meio de linhas de crédito, treinamento e capacitação”.


Empreendedorismo feminino

A presença da mulher nos negócios ganhou destaque durante o evento com o painel de debates “Mulher na liderança e empreendedorismo feminismo, o Brasil cresce”. As palestras abordaram as temáticas como “Empreendedorismo feminino que transforma”; “A era digital – Elas Criam”; “Desafios da Inclusão Produtiva”; “As mulheres no associativismo”; e “Marcas e patentes”. O painel reuniu influenciadores digitais e grandes nomes do empreendedorismo feminino, que estimularam a necessidade de se ter cada vez mais mulheres em diversos segmentos.


Segundo a administradora e palestrante Adriana Cordeiro, ter um espaço dedicado à mulher em um evento nacional de empreendedorismo reforça o crescimento e força feminina nos negócios, provando que a mulher estando capacitada e preparada ela pode chegar onde quiser.


“Nós sabemos da importância e da presença da mulher nos negócios, mas nós estamos ainda galgando o nosso espaço. Mas o que importa é que, cada vez mais, em eventos como este, nós consigamos mostrar a importância da mulher dentro do associativismo, que possamos estar preparadas, capacitadas e entendendo que, dessa forma, poderemos chegar onde quisermos”, finalizou.


No sábado (3), o congresso teve como foco a liderança do futuro, empreendedorismo inovador, marketing acertado e ainda, terá um momento voltado para o agroecossistema regional e a nova agricultura. As palestras contaram com a presença da gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, que abordou a temática “Transformação digital nos negócios”.

Deixe seu Comentário